domingo, 14 de abril de 2013

Da Religião e da Alma - As Criancinhas


Estes últimos dias têm sido particularmente interessantes para mim. Acho que nunca aprendi tanto, sobre as coisas de Deus e sobre o Amor que devemos ter uns pelos outros, como nestas últimas duas semanas. Hoje não foi excepção e aprendi mais um bocado. 
Parte das minhas responsabilidades como 2º conselheiro da presidência do Ramo de Guimarães é cuidar da primária. Confesso que a ideia me assustou um bocado. Eu não sou casado, não tenho filhos e foi-me colocado nas mãos este chamado que engloba esta responsabilidade. Uma das coisas que devo fazer, todas as semanas, é ensinar algo às crianças nos últimos minutos das lições de Domingo. 

Ensinar não me é algo difícil pois sempre gostei de ensinar e ajudar os outros. Também gosto muito de falar sobre as coisas do Evangelho, ou discursar, mas quando me disseram para falar com as crianças eu acho que nunca estive tão nervoso. Acho que, para quem tem filhos, já está habituado a elas, a saber como captar a tenção, como falar, que palavras usar mas eu não tenho essa experiência. Acho que, nesta manhã quando me convidaram a ir falar, eu preferia estar em frente a 100.000 pessoas numa conferencia geral da igreja do que em frente a crianças..

Elas são tão inocentes, tão puras e cheias de Amor. Ter filhos é das maiores bênçãos que qualquer pessoa pode receber - cuidar de um Filho de Deus. Não passei por isso mas é um dos meus maiores desejos- ter uma família linda. Acredito no quão maravilho é ter filhos. Sei que os pais são testados ao máximo na sua paciência e capacidade de educar e ensinar os filhos e acho que, apesar de difícil  não deve existir nada mais maravilho do que isso. Por saber a grande importância das criancinhas é que tenho um grande respeito por elas e pelas coisas que me ensinam.

Hoje, como disse no inicio, não foi excepção para a minha aprendizagem. Aqueles 5-10min que passei com elas foram maravilhosos. Não falei muito, pois elas se distraem rápido, mas foi possível falar de coisas como oração, a restauração da igreja e sobre o profeta Joseph Smith. É impressionante como elas foram logo capazes de identificar e falar sobre estas coisas, mesmo com os seus 4 anos de idade. Mas, o que quase me deixou com lágrimas nos olhos foi ouvir a oração que uma delas proferiu. O Amor que senti foi tão grande, algo que nunca tinha sentido em qualquer outra oração que tenha ouvido. Foi tão simples mas tão forte e sentida. 
Muito nós aprendemos ao observar as criancinhas e ao ouvir o que elas têm para dizer. Jesus Cristo diz que o reino dos céus é das criancinhas e que devemos ser como as criancinhas, e isso é tão verdade. O que antes acreditava ser verdade hoje fiquei, verdadeiramente, a saber..apenas em 10min passados com elas.

Elas devem ser protegidas do mundo e ensinadas do alto por pais amorosos para, um dia, elas brilharem e serem um magnifico exemplo a seguir. 

2 comentários:

Os comentários são revistos antes de serem publicados. Desta forma eu posso evitar que o blog seja vitima de SPAM.