quarta-feira, 2 de outubro de 2013

"Os nossos pontos fortes poderão ser a nossa queda"


Antes de começar, baseei este meu texto em um discurso do Elder Oaks, do Quórum dos Doze d'A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. 

É difícil pensar que isto seja verdade mas, depois de ler este discurso e ponderar sobre a nossa realidade e sobre mim mesmo eu percebi que os nossos pontos fortes se poderão tornar uma razão para a nossa queda. Dividi o texto em dezanove pontos fortes que poderão ser aplicados tanto à generalidade das pessoas como, alguns, são direccionados para aqueles que vivem o Evangelho mas podem ser transpostas para as coisas não doutrinárias.

1º- Foco em apenas um mandamento ou ensinamento doutrinário:
Existem pessoas que se focaram demasiado em um ensinamento doutrinário, estudando muito sobre ele; outras pessoas focam toda a sua energia no cumprimento de apenas um mandamento (ou conjunto). O Elder Boyd K. Parker, sobre essas pessoas, disse o seguinte usando o exemplo de um piano: "Alguns membros que deveriam saber melhor, escolhem uma ou duas teclas e ficam a tocar nelas incansavelmente, para irritação de quem os rodeia. Eles perderam a sua sensibilidade espiritual e perderam o rasto à plenitude do Evangelho. Essas pessoas escolhem focar em apenas as suas notas favoritas e descartam as restantes. Isto irá tornar-se exagerado e distorcido, conduzindo-os à apostasia". Em Doutrina e Convénios 49:2 podemos ler: "Eis que vos digo que eles desejam conhecer a verdade em parte, mas não toda.."

2º- Corrupção dos nossos Talentos:
Todos temos talentos, mesmo que seja apenas um. Esses talentos são uma prenda: ".. pois há muitos dons e a cada Homem é dado um dom pelo Espírito Santo"(D&C46:11) , "E todos estes dons Vêm de Deus, para beneficio dos filhos de Deus" (D&C46:26). Os nossos dons, os nossos talentos, são para o beneficio de todos e não para nos magnificar, gratificar ou elevar nosso ego acima dos outros.

3º- Tentar compreender todas as coisas sobre o Evangelho:
À partida isto nem poderia ser algo mau mas, sem a devida disciplina, poderá causar uma grande queda. Isto pode acontecer porque a procura indisciplinada de conhecimento e de respostas a mistério ainda não revelados, pode levar à procura em lugares onde a informação não é a mais correcta e poderá nos afastar, mesmo que aos poucos, do caminho que percorremos. 

4º- Pedir constantemente orientação divina:
É bom nós pedirmos orientação, pedir ajuda. É algo muito bom ter o desejo de ser guiado pelo Espirito e pelo Senhor no entanto, o constante pedido de orientação pode levar a algo mau. Fazer escolhas faz parte do nosso crescimento. O nosso objectivo é experimentar a mortalidade, fazer escolhas, agir e usar a nossa cabeça. Quando nós estamos constantemente a pedir orientação, até para as coisas mais triviais, estamos a limitar o nosso crescimento espiritual.

5º- Os elogios dos outros: 
Receber um elogio é algo bom; podem nos motivar e inspirar a continuar o nosso trabalho. No entanto, devemos nos lembrar que estes elogios e honras podem levar por um mau caminho chamado orgulho. Não devemos deixar que o desejo de receber as honras dos homens nos afaste da verdadeira razão pela qual nós fazemos as coisas.

6º- Sacrificar demais:
O desejo de Sacrificar tudo o que temos na obra do Senhor é algo bom e é, com certeza, um ponto forte; aliás, é um convénio que fazemos em lugares Sagrados. Mas, mesmo este ponto forte se poderá tornar um elo fraco. Como? Se nós falharmos em circunscrever esses sacrifícios em apenas nas coisas que o Senhor, e lideres, nos pedirem.  "..por que desejaria executar mais do que o trabalho para o qual fui chamado?" (Alma 29:6). Nós não devemos sacrificar mais do que aquilo que Ele nos pede. Ele sabe até onde podemos ir e, também, aquilo que é necessário. Fazer demais poderá nos levar a também exigir demais.

7º- Consciência Social:
Isto é um ponto forte principalmente nos dias que correm. O que poderá tornar este ponto forte em algo fraco? As pessoas que têm este enorme sentimento de resposta às injustiças e sofrimento dos outros podem cair num erro que os pode fazer esquecer outros valores. Nós devemos Amar ao proximo mas devemos ter cuidado para não os manipular, isto é, não devemos usar os outros e os recursos dos outros para cumprir a nossa missão, mesmo que seja por uma boa causa.

- O foco em metas e objectivos:
Traçar metas é algo muito bom. Isto nos permite ter uma noção das coisas que devemos fazer e aperfeiçoar, no entanto, este foco exagerado nos poderá fazer pisar em outros valores. Não devemos focar tanto em um objectivo de forma a que ele se torne uma forma de nós usarmos métodos errados para os alcançar.

9º- O Professor carismático:
Ser um bom professor é um ponto muito forte. Um professor com uma mente treinada, com o conhecimento e com uma boa técnica de apresentação, ele se poderá tornar muito popular e eficiente nas coisas que ensina. Apesar desse ponto bom, esse professor poderá ser tentado a começar a ensinar as suas proprias ideias, que poderão ser as menos correctas. Também poderá sentir-se tentado a aceitar seguidores por uma questão de honras e orgulho (5º ponto).

10º- Foco excessivo no trabalho:
O trabalho é muito importante. Sem ele nós não poderemos sustentar as nossas famílias e ajudar aqueles que mais necessitam. O foco excessivo no trabalho, mesmo que por uma boa causa, poderá tornar-se uma desculpa para negligência a família e outras responsabilidades. Uma família é o tesouro mais precioso, devemos cuidar dele e o trabalho ajuda mas nada nos deverá afastar dela.

11º- Homem - liderança do lar:
Membros d'A Igreja de Jesus Cristo acreditam que o homem, como portador do Sacerdócio, deve presidir o lar. Presidir não significa que é ele que manda, não significa que ele deverá exercer poder sobre a sua companheira e filhos, não significa uma ditadura e muito menos brutalidade. O homem pode presidir mas ele e a sua esposa formam a cabeça do lar. A mulher está ao lado do homem, não abaixo.

12º- Mulher e o feminismo:
O desejo de crescer, aperfeiçoar e magnificar os seus talentos é algo muito bom. Quando estas coisas são aliadas a ideias extremistas de feminismo, poderão tornar em algo mau como desejar ser IGUAL ao homem. Homem e mulher têm papeis diferentes mas isso não significa, e nunca significou, que o homem está acima da mulher; apenas a confusão dos homens e os ensinamentos de homens ao longo da história, fizeram com que a mulher fosse menosprezada e colocada abaixo. No plano de Deus a mulher está ao lado do homem e ambos têm papeis a desempenhar. 

13º-  Doar aos pobres:
Este é definitivamente um ponto forte. Doar a quem mais precisa é algo que muitos deveriam fazer. Até diria que é uma obrigação Cristã - ajudar os outros. Como os outros pontos, este poderá levar a uma queda. Isso irá acontecer quando uma pessoa, com o desejo de ajudar, irá doar demais; irá tirar o sustento da sua família, colocando-a em risco, para dar aos outros. Em Mosias 4:26-27 podemos ler: "quisera que repartísseis vossos bens com os pobres, cada um de acordo com o que possui, alimentando os famintos, vestindo os nus, visitando os doentes e aliviando-lhes os sofrimentos, tanto espiritual como materialmente, conforme as carências deles.E vede que todas estas coisas sejam feitas com sabedoria e ordem; porque não se exige que o homem corra amais rapidamente do que suas forças o permitam. E, novamente, é necessário que ele seja diligente, para que assim possa ganhar o galardão; portanto todas as coisas devem ser feitas em ordem." 

14º- Aprender e o orgulho:
O desejo de aprender é um ponto forte. Devemos desejar aprender, saber mais mas os frutos desse conhecimento poderão levar ao orgulho. Devemos ter cuidado para não nos tornar-mos orgulhosos devido ao conhecimento que ganhamos; seja ele conhecimento académico ou de doutrina.

15º- Fé mal empregada:
Gostei deste porque acredito que muitos possam cair neste erro. Ter Fé é algo extremamente bom. É um dom. Para demonstrar o que pode correr mal irei usar um exemplo. Um estudante começou o ano cheio de força. Com o decorrer do ano ele foi deixando de investir no estudo mas decidiu desenvolver a sua fé ao ponto de fazer o seu trabalho da Igreja e acreditar que o Senhor o iria abençoar nos estudos devido a isso. Devido à sua falta de estudo, esse estudante não passou o ano. Ele acabou por culpar Deus, porque ele tinha fé e fez as coisas da Igreja.. esqueceu-se foi do fundamental - estudar. A fé é vital mas deve ser acompanhada do nosso trabalho e esforço. 

16º- Desejo de ser excelente em um chamado:
Percorrer a segunda milha em um chamado é algo maravilho. Quando recebemos um chamado do Senhor devemos dar o nosso melhor para o cumprir no entanto algo pode correr mal. De novo, usando o exemplo de um estudante. Esse jovem recebeu chamados e investiu todo o seu tempo nesses chamados, quase como se fossem um trabalho a tempo inteiro. Ao fazer isso, esse jovem negligenciou a escola, pois faltava às aulas para trabalhar nas coisas da igreja. Perdeu o ano e, como consequência, culpou a sua falha no muito trabalho da igreja.

17º- A auto-suficiência:
Se auto-suficiente é algo muito característico dos Mormons. Temos o mandamento de ser auto-suficiente e não depender dos outros para sustentar a nós próprios e nossas famílias. Isto é algo muito bom mas pode levar a algo mau chamado de - Materialismo. 

18º- Apoiar o Profeta:
Apoiar o Profeta do Senhor é um ponto bem forte, principalmente numa época em que não se acredita em profetas e em revelação. O que pode causar este ponto forte em ponto fraco é quando o nosso apoio a um profeta especifico faz com que nós deixemos de apoiar outro profeta (posterior). Isto nos irá afastar de uma verdade que sempre existiu - Revelação continua; e nos fará desviar dos ensinamentos e conselhos dos profetas vivos.

19º- Amor e tolerância:
 O Amor e a Tolerância são poucos bem fortes. Foco sempre no amor como o resumo de todo o Evangelho. O que poderá tornar tão bom sentimento em algo mau? Quando é indisciplinado, o amor e tolerância nos poderão fazer esquecer a verdade. Amor e tolerância devem andar juntas com a verdade  e ela é que nós devemos estar em comunhão com Deus e todos devemos estar unidos, como um só. Como expliquei num texto anterior, a tolerância pode ser uma armadilha quando não é disciplinada e ponderada. 


Podemos chegar ao fim e dizer que, depois de tantos pontos a solução está na moderação de todas as coisas. O problema desta ideia é que a moderação em TODAS as coisas não é uma virtude e pode levar a uma moderação no nosso empenho em fazer as coisas. Isto deixa de ser moderação e passa a ser indiferença. A grande solução é a Humildade. A humildade é a grande protectora, o grande antídoto contra o orgulho. A humildade é o que nos faz desejar aprender mais porque temos noção que não sabemos todas as coisas, principalmente as coisas espirituais. A humildade é aquilo que nos faz para para ponderar e pedir conselho a Deus.

"..E dou a fraqueza aos homens a fim de que sejam humildes; e minha graça basta a todos os que se humilham perante mim; porque caso se humilhem perante mim e tenham fé em mim, então farei com que as coisas fracas se tornem fortes para eles." (Éter 12:27)

2 comentários:

  1. Escreves, escreves , escreves e eu leio 3/4 vezes tudo repetidamente e por vezes não
    consigo ver o que tu "vês" (mas um dia chego lá.)

    Há coisas que me fazem alguma confusão e não entendo ou é me difícil
    acreditar ou constatar que realmente são assim.

    Um amigo que informou-me que este fim de semana vai ser a conferência geral em Salt Lake City, Utah
    vou assistir pelo site (obvio) a ver se fico mais esclarecida.

    beijinho João:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :) Desta vez escrevi muito :\
      Fico feliz por assistires a conferencia geral, vais ver que será muito bom! Aprende-se muito com ela e os oradores poderão até tirar algumas duvidas que tenhas, com os seus discursos.

      Quanto às coisas que falas e são dificeis de acreditar, pergunta :)

      Eliminar

Os comentários são revistos antes de serem publicados. Desta forma eu posso evitar que o blog seja vitima de SPAM.